SÁBADO, 07 DE DEZ DE 2019
Untitled Document
NOTICIÁRIO - TURISMO
27 DE NOVEMBRO DE 2019
Festival da Jabuticaba recebe mais de 100 mil turistas em três dias de festa

Sabará mostrou porque tem o maior Festival de Jabuticaba do Brasil. Durante os três dias de festa mais de 130 mil pessoas passaram pelo Centro Histórico para provar uma variedade enorme de produtos derivados dessa pequena fruta que tem um valor enorme para o município. Esse público é superior, inclusive, ao do ano passado, em que a festa foi realizada em quatro dias.

As praças Santa Rita e Melo Viana receberam atrações musicais que agradaram todos os públicos. Além disso, foram instalados 26 estandes de derivados de jabuticaba, 29 barracas de fruta in natura, 17 estandes de gastronomia, além da vila do artesanato com nove estandes. Outra grande atração foi a Estação da Gastronomia em que vários chefs consagrados da cidade e de outras partes do Brasil fizeram na hora diversos pratos com os produtos derivados de jabuticaba no concorridíssimo Cozinha Show. Vale destacar que este ano o clima contribuiu e não faltou jabuticaba do primeiro ao último momento do evento.

Nem mesmo a chuva e o trânsito caótico foram capazes de atrapalhar o evento. Os moradores e produtoras de derivados de jabuticaba deram um show de receptividade e os turistas saíram extremamente satisfeitos com o que encontraram. Para Giovanni Ferreira de Souza, 42, de Ribeirão das Neves até a chuva foi boa para refrescar o calor. “O festival é ótimo e pretendo vir outras vezes. Gostei muito do vinho de jabuticaba e estou levando vários produtos para minha família”, disse.

Já a jovem Ana Paula Torrozo Santos Souza, 22, veio de Belo Horizonte com um grupo de amigos. Eles vieram pela primeira vez ao festival depois de conhecerem o evento através das redes sociais. “Achei a festa muito legal porque além da jabuticaba tivemos a oportunidade de conhecer o Centro Histórico. Estou levando bastante geleia para casa”, afirmou Ana Paula.

Outro turista que veio da capital mineira foi Pedro Luiz Viana Lopes, 49. Ele disse que ficou impressionado com a criatividade e com a qualidade dos produtos derivados da jabuticaba. “Fiquei sem palavras para definir a grandiosidade e a beleza que é esse festival. É um evento democrático que abrange toda população e isso é o que mais me emocionou. Dos produtos o que mais me surpreendeu foi a cerveja de jabuticaba que é maravilhosa. Eu recomendo e é uma coisa para ser premiada no mundo”, declarou Pedro Luiz.

As amigas Patrícia Dolabella e Aida Célia Drummond Oliveira também vieram de BH e aprovaram o Festival da Jabuticaba. “A jabuticaba me faz lembrar minha infância e apesar da chuva e do trânsito o esforço valeu a pena. Realizei meu sonho este ano. A cidade é linda e pretendo voltar para participar de outros eventos”, disse Aida. Já Patrícia comentou sua participação na Estação da Gastronomia. “Provamos o bombom de jabuticaba que é delicioso, além de vários licores, geleias e vinhos. Eu adoro uma cozinha gourmet e achei a proposta do Cozinha Show bastante interessante”, afirmou.

É importante destacar que todo esse sucesso é fruto de um trabalho árduo feito pelas associadas da Asprodejas (Associação de Produtores de Derivados de Jabuticaba de Sabará) em conjunto com a Prefeitura Municipal e a Emater. “A gente tem uma equipe que durante todo o ano trabalha na organização do festival. As pessoas veem aquele evento lindo que é resultado de um trabalho de no mínimo 12 meses. Em dezembro agora nós começamos a trabalhar o próximo festival”, explica Meire Ribeiro, presidente da Asprodejas.

Meire diz com orgulho que o Festival da Jabuticaba já se tornou o maior evento do município e que para isso as produtoras passaram por um processo de profissionalização e que são realizadas reuniões semanais ao longo de um ano. A Emater tem um papel fundamental nesse processo porque ajudou a aperfeiçoar o cultivo, o manejo, a poda, a adubação e a produção dos derivados de jabuticaba.

O evento também foi um sucesso de vendas e praticamente todo o estoque das produtoras se esgotou nos três dias. Meire acredita que isso se dá graças à evolução constante que todos os envolvidos passam durante a organização do festival. “A cada ano que passa há uma melhoria na gastronomia. Tivemos a participação de gente premiada, como o Bistrô Rota 139 que venceu um concurso feito pela TV Record. A gente fica feliz pelo sabarense despertar para participar do evento de forma muito profissional porque isso só valoriza o festival”, diz Meire.

A presidente da Asprodejas já faz planos para expandir o festival para mais ruas do Centro Histórico na próxima edição e faz um balanço deste ano. “Essa edição foi um sucesso e assim divulgamos o nome da cidade de forma positiva. A jabuticaba leva Sabará de maneira gloriosa para o mundo”, finaliza.

TURISMO
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados