DOMINGO, 27 DE MAI DE 2018
Untitled Document
NOTICIÁRIO - CULTURA
05 DE MARÇO DE 2018
Paixão pela literatura

Nesta edição damos sequência à série “Cantinho do Escritor Sabarense”, onde apresentamos um pouco da vida e da obra dos escritores de nossa Sabará.

O nosso convidado, na verdade, já é de casa há anos, pois é um antigo frequentador desse espaço. Sempre trazendo crônicas deliciosas para a Folha de Sabará, o nosso convidado dessa edição é o grande Luiz Alves que há mais de 10 anos escreve em nossas páginas e mostra, através de histórias e personagens sabarenses, que o jornal também pode ser um local que se divulga leveza e irreverência.

Apaixonado pela literatura, Luiz conta que seu amor pelas letras começou na juventude, quando cursava o ensino médio em um seminário. “Lá era muito rigoroso, muita disciplina e a gente era obrigado a ler, mas aquela obrigação foi transformada em prazer”, diz.

A partir do momento em que Luiz descobriu o quanto a leitura é prazerosa, passou a escrever, nascia ali mais um escritor sabarense, que iria enveredar para o caminho das crônicas e cordel. “Nosso professor nos incentivava a escrever. E no seminário tinha uma revista interna, onde era publicada a melhor crônica escrita pelos alunos. Quando escrevi pela primeira vez o professor escolheu a minha. Foi a primeira alegria que eu tive como ‘escritor’! Então fiquei animado e resolvi continuar!”, lembra.

Algum tempo depois, Luiz decidiu escrever seu primeiro livro que leva o nome de “Sabará, o povo em verso”, mas a crítica pelo próprio escritor não é nada boa. “Esse não se encontra mais em lugar algum. Bom, mas se por acaso, alguém tiver algum exemplar pode me mostrar que eu compro pelo preço que quiser para eu jogar fora”, diz em meio a risadas. Ele diz que essa primeira experiência, não foi muito boa, pois ficou bem artesanal e amadora, mas com o passar do tempo o escritor se aperfeiçoou e escreveu outros livros, sempre envolvendo Sabará.

São os temas do cotidiano que encantam Luiz. As crônicas são baseadas em assunto corriqueiros, do dia a dia, então ele se diz um grande observador da vida cotidiana. É de um pequeno fato que tira uma bela história e consegue passar um aprendizado e claro, fazer com que o leitor se divirta.

Mas não só de crônicas vive o escritor, o cordel também o atrai, tanto que não se esquece que aos sete anos de idade leu um clássico da literatura de Cordel: “A chegada de Lampião ao Inferno”, de José Pacheco.

Ele afirma que o cordel tem uma função didática e que é muito usado por professores. Através da literatura de Cordel Luiz já escreveu sobre pessoas e fatos da cidade e inclusive já contou toda a história de Sabará em Cordel.

O mestre

A identificação com a literatura foi tanta que passou a nortear seus caminhos. Optou pelo curso de letras e por mais de quatro décadas foi professor de português e literatura. Ele diz que a escola foi o oásis de sua vida e a sala de aula o encantava.

Logo quando entrou para faculdade começou a dar aulas em escolas de Sabará, onde ensinou e aprendeu muito. Depois enveredou para o mundo dos cursinhos para concursos, onde lecionou por mais de 30 anos. Como educador atuou por mais de 40 anos, lecionando para crianças, adolescentes e adultos.

Para a sala de aula Luiz pôde levar outra paixão: o teatro. Sendo um dos fundadores do Grupo Teatral Cena Aberta, Luiz sempre esteve envolvido nesse cenário no município. Enquanto lecionava em Sabará, ensinou português através de músicas de grandes compositores brasileiros e de peças teatrais. “Eu levava fábulas, contos e crônicas para os meninos (alunos) e eles as dramatizavam, ao final nós discutíamos o assunto abordado”, lembra.

Apesar de já ter deixado a sala de aula, o desejo de ensinar continua latente. Por isso, Luiz pretende levar essa forma de ensino para outros educadores da cidade. “ A intenção é educar através do teatro”, diz. Para atingir os alunos, Luiz desenvolveu um projeto para ser implantado nas escolas de Sabará, mas até o momento o professor não conseguiu implantar na rede municipal de ensino. “O objetivo é motivar os alunos, oferecer um material diferente para os professores e ainda ensinar os meninos a valorizarem a cidade, já que muitas crônicas e a literatura de cordel são sobre a história e personagens de Sabará”, ressalta.

Ele diz que tanto como professor, quanto como escritor sempre teve boas recompensas, o quê o deixa muito feliz, tanto quando um aluno consegue aprender algo que tinha dificuldades ou quando um leitor vem comentar e elogiar uma crônica ou um livro publicado.

Por isso, apesar de ter abandonado a sala de aula, ainda mantém o ímpeto de educador, seja através de projetos ou através de suas belas crônicas, as quais temos o prazer de reservar um cantinho especial em nossas páginas, para que esse escritor continue nos alegrando com suas deliciosas palavras.

Livros publicados

1. Sabará, o povo em verso (cordel)

2. Sabará, o povo em verso e prosa (cordel e crônicas)

3. A Forca (cordel)

4. Sabará: gente, casos, coisas (crônicas e poemas)

5. A Conquista do Sabarabuçu (cordel)

6. O Rebanho do Tiná (cordel)

7. O Homem do Trombone - Proezas do Cesarino na terra e no céu-

8. A Moto do Enfermeiro Waldivino (cordel)

9. E o Nabor fez o feitiço virar contra os feiticeiros (cordel)

10. O dia em que Padre José quase matou Alcides (cordel)

11. A História de Santo Antônio de Roça Grande (cordel)

12. Construindo o Cidadão (6 textos teatrais didáticos)

13. Crônicas de uma cidade (crônicas)

14. Auto de Natal (cordel)

* Sabará: coisas e fazeres (poemas publicados em agendas culturais)

CULTURA
27 DE ABRIL DE 2015
REGISTRO ÚNICO E INOVADOR
08 DE MARÇO DE 2018
Paixão pela literatura
08 DE JUNHO DE 2017
Festa de letras e encanto
07 DE AGOSTO DE 2017
Paixão por contrastes e misturas
31 DE OUTUBRO DE 2017
Dez anos do Sarau de Sabará
05 DE MARÇO DE 2018
Carnaval da paz e da Alegria
05 DE MARÇO DE 2018
Paixão pela literatura
20 DE FEVEREIRO DE 2017
Aerofusca com muitas novidades
29 DE MARÇO DE 2018
Mensageiros da paz e da alegria
20 DE FEVEREIRO DE 2017
13 DE OUTUBRO DE 2017
Diário de uma Alma
13 DE OUTUBRO DE 2017
Entre duas Pátrias
26 DE DEZEMBRO DE 2017
Paixões de uma vida em livros
21 DE NOVEMBRO DE 2017
Poeta das imagens
05 DE MARÇO DE 2018
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados