TERÇA-FEIRA, 16 DE OUT DE 2018
Untitled Document
NOTICIÁRIO - EDUCAÇÃO
23 DE JUNHO DE 2015
Ensino de games em escolas brasileiras é apresentado no México

Cases de sucesso em ensino da lógica de programação em escolas públicas e privadas de todo o país são apresentadas no Encontro Virtual Educa. O projeto implantado nas escolas de forma pioneira pela Microsoft – Game for K12 – foi escolhido pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior para representar o Brasil

Escolas brasileiras que implantaram sistema Microkids, feito em uma iniciativa pioneira da Microsoft no Brasil chamada Game for K12/Brincando com Códigos, com o ensino da linguagem de códigos que possibilita a criação de games, estão entre os cases de sucesso apresentado aos educadores de toda a América Latina em Guadalajara, no México. A cidade sedia o Encontro Virtual Educa que aponta as maiores novidades da área educacional.

Games desenvolvidos por alunos premiados em concurso nacional

Games desenvolvidos por alunos do Ensino Fundamental – com idades entre 11 e 13 anos – que foram selecionados no concurso nacional Microkids em 2014, são agora apresentados para educadores de outros países.

O desenvolvimento da lógica através da criação de games oferece resultados na aplicação do ensino de outras disciplinas – conteúdo multidisciplinar. Isso tem se mostrado bastante efetivo no desenvolvimento do raciocínio lógico e, especialmente, no aumento da capacidade de concentração dos estudantes.

Criação de games é um grande mercado

Muitas crianças sonham em ter o sucesso de grandes nomes dos negócios na área de tecnologia como Bill Gates e Mark Zuckerberg, que começaram cedo e estavam apenas brincando. Gates tinha 13 anos quando desenvolveu um programa de “jogo da velha”, e o criador do Facebook estava na sexta série quando começou a escrever códigos. “Um dia estava brincando com meus amigos e rapidamente mais de um bilhão estavam usando nossa ferramenta. Isto é incrível”, disse Zuckerberg.

Entrevistas com personagens famosos do mundo da tecnologia fazem parte de um incentivo mundial para que as escolas promovam o ensino da linguagem de códigos. Porém, apenas uma em cada dez escolas ensina a programar.

Uma pena, já que o mercado é promissor e no Brasil já dá os primeiros passos com a previsão de que as empresas no ramo de Tecnologia da Informação cresçam 10% no ano, movimentando US$ 165,5 bilhões no Brasil. O mercado mundial de games deve movimentar US$ 91,5 bilhões em 2015.

Mais que descobrir talentos, o desenvolvimento de jogos é ferramenta de ensino, já que promove o estímulo da lógica, exigidos em outras disciplinas. Steve Jobs defendia a popularização do ensino da programação. “Todas as pessoas deveriam aprender a programar computadores, porque isso ensina a pensar”, dizia.

O Encontro Virtual Educa acontece de 22 a 26/06 em Guadalajara, México.

EDUCAÇÃO
11 DE MAIO DE 2015
31 DE OUTUBRO DE 2017
Ação Promove SABARÁ
31 DE OUTUBRO DE 2017
Literatura sabarense
31 DE OUTUBRO DE 2017
Professores no limite
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados